Anúncios

Dicas de informática – Medindo a lentidão do Windows Vista


Índice de experiência: o Vista é o primeiro Windows a trazer seu próprio benchmark

É difícil dizer com exatidão quanto o Windows Vista é mais lento que o XP.

No INFOLAB, avaliamos o desempenho do Windows Vista desde que o sistema operacional da Microsoft era apenas um projeto chamado Longhorn. Comparando os números obtidos nos testes, nota-se que é difícil chegar a uma medida exata de quanto o Windows Vista é mais lento que o XP. Vejamos alguns detalhes.

Excel
Em junho deste ano, rodamos uma bateria extensa de testes usando tanto programas de benchmark como aplicativos reais. Minha conclusão, na época, foi que a diferença média era de 10%. Em outras palavras, num mesmo PC, com os mesmos aplicativos, as tarefas demoravam, em média, 10% mais no Windows Vista que no XP.

O detalhe importante, nesse caso, é a palavra média. Diferentes testes levam a resultados que chegam a ser contraditórios. Um exemplo: algumas macros em VBA, quando executadas no Excel XP sobre Windows Vista, chegam a demorar quase o dobro do tempo gasto no Windows XP. Mas, repetindo o teste com o Excel 2007, descobre-se que as macros ficam mais velozes no Windows Vista que no XP. Esse resultado sugere que o interpretador de VBA do Excel 2007 foi otimizado para rodar no Windows Vista.

Aumento de memória
Neste mês, fizemos outra série de testes comparando XP com Vista. Foram usados na matéria de capa da INFO de dezembro, que trará uma série de dicas para acelerar o Windows Vista. Uma constatação inusitada é que o XP ganha mais do que o Vista quando a memória é ampliada de 1 GB para 2 GB. Ao realizar uma seqüência de operações no processador de textos Word, por exemplo, notamos um aceleração de 8% no XP quando a memória é expandida. Já no Vista o ganho foi de apenas 2%. Com 1 GB, o XP foi 2% mais veloz que o Vista nesse teste. Com 2 GB, a diferença foi de 9%.

A situação muda um pouco quando se fazem operações com imagens de alta resolução no Photoshop CS3. Por exigir muita memória, o Photoshop se beneficia mais que o Word do aumento da capacidade. Nesse teste, o XP ficou 77% mais rápido com o aumento da memória. No Vista, o ganho foi de 69%. Com 1 GB, o Photoshop ficou terrivelmente lento nos dois sistemas, e a diferença entre eles foi de apenas 2%. No entanto, ampliando a memória para 2 GB, as operações ficam 43% mais rápidas no XP que no Vista. Isso sugere que, para rodar aplicativos pesados como o Photoshop no Vista, é melhor pensar em 3 ou 4 GB de memória.

Desempenho na prática
Como vimos, a diferença de velocidade entre Vista e XP é grande em algumas situações e irrelevante em outras. Minha experiência pessoal é que, num micro com processador de dois núcleos e pelo menos 2 GB de memória, o desempenho do Windows Vista é satisfatório, mesmo sendo inferior ao do XP. Depois de ter resolvido os principais problemas de compatibilidade que tive, no início do ano, com o Vista, posso dizer que não tenho grandes reclamações. Mas a experiência varia de pessoa para pessoa. Conheço várias que estão insatisfeitas com o Vista, seja por problemas de compatibilidade ou de lentidão.

Créditos: Blog do Maurício

By: Áulus Silva
Anúncios
Categorias: Dicas de Informática | 1 Comentário

Navegação de Posts

Uma opinião sobre “Dicas de informática – Medindo a lentidão do Windows Vista

  1. OS Backups shouldn’t be a pain. A backup cron will go forever

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: