No dia 25 de dezembro se comemora o Natal nascimento de Cristo.

Mas o que muitos não sabem é que Jesus não nasceu nessa data, e muitos séculos antes de sua aparição a comemoração já existia, só que voltada pra outro deus o Sol. Quando chegava ao fim o solstício de inverno as populações pagãs, que mais tarde foram convertidas ao cristianismo, comemoravam a volta, renascimento do Sol. Assim  alguns escritores cristãos primitivos ligaram o renascimento do sol com o nascimento de Jesus.

Jesus não nasceu no dia 25 de dezembro: Segundo a Bíblia, Lucas 2:8 diz: “Ora, havia naquela mesma região pastores que estavam no campo, e guardavam os seus rebanhos, durante as vigílias da noite.”Isso não pode ter acontecido porque dezembro é a época de inverno costuma chover e nevar na região da Palestina portanto não havia pastagem e os pastores tiravam seus rebanhos dos campos em meados de outubro o que tornava impossível a permanência dos mesmos com seus rebanhos durante as frígidas noite, no campo. A data do nascimento de Jesus é desconhecida.

A Igreja precisava ter suas festas pra obter mais seguidores, paganizando o cristianismo, a fim de manter satisfeitas as mentes carnais do povo deu nomes cristãos a festas pagãs já existentes, essas festas pagãs comemoravam o poder reprodutivo da natureza, eram acompanhadas de bebedeiras e orgias. Pregadores cristãos, protestaram contra a forma indecente com que se celebrava o nascimento de Cristo, enquanto os cristãos da Mesopotâmia acusavam os irmãos ocidentais de idolatria e de culto ao Sol, por aceitarem como Cristã a festividade pagã. Com a aprovação dada por Constantino para a guarda do nome domingo (sunday), dia em que os pagãos adoravam o Sol, e identificar o filho de Deus como o Sol físico, proporcionou a esses pagãos do século IV, agora convertidos ao cristianismo, o pretexto necessário para chamar a festa de 25 de dezembro (dia do nascimento do deus-Sol) de dia do nascimento do filho de Deus. “Ó, quão maravilhosamente agiu Providência que naquele dia em que o sol nasceu…Cristo deveria nascer”, Cipriano escreveu.. Ou seja, o Natal é a mesma festa de comemoração ao nascimento do sol só foi alterado o seu nome.

Mudanças feitas do Natal Pagão pra o Cristão:

A árvore de Natal:

É considerado por alguns como uma “cristianização” da tradições e rituais pagãos em torno do solstício de inverno, que incluía o uso de ramos verdes, além de ser uma adaptação de adoração pagã das árvores. A origem da árvore de Natal vem da antiga Babilônia, segundo a mãe-esposa de Ninrode, ela alegava que um grande pinheiro havia nascido da noite para o dia de uma árvore morta que para ela simbolizava o desabrochar da morte de seu marido para uma nova vida. E, todo ano, no dia de seu aniversário de nascimento ela alegava que Ninrode visitava a árvore “sempre viva” e deixava presentes nela.

Papai Noel:

Na verdade São Nicolau, um bispo romano que viveu no século V, entre outros atributos dado ao santo, ele foi associado ao cuidado das crianças, a generosidade e a doação de presentes, suas dádivas oferecidas as escondidas, às três filhas de um cidadão empobrecido. Sua festa em 6 de dezembro passou a ser comemorada em muitos países com a troca de presentes. Com o passar do tempo essa comemoração se fundiu com o dia 25 passando a se adotar também no Natal essa prática de se dar presentes “às escondidas”.

A Coroa:

Que enfeita as portas de tantos lares, é de origem pagã, celebração memorial à vitalidade do mundo vegetal, as vítimas que eram sacrificadas aos deuses pagãos, e aos esportes. São porta de entrada de deuses. Razão pela qual, em geral, se colocam as guirlandas nas portas, como sinal de boas vindas.

Velas:

O Uso de velas é um ritual pagão dedicado aos deuses ancestrais. A vela acendida está faz renascer o ritual dos solstícios, mantendo vivo o deus sol. Mais recentemente, em lugar das velas passou-se a adotar velas elétricas, velas à pilha, e, finalmente, as luzes mas o sentido é o mesmo.

Presépio:

É um estímulo à veneração das imagens e à idolatria os adereços encontrados no chamado presépio são simbologias utilizadas na festa do deus sol. O presépio é um altar a Baal, consagrado desde a antiga babilônia.

Minha intenção não é dizer que comemorar o Natal é errado, pois essa é uma escolha que todos nós podemos fazer, mas é importante procurar saber os reais significados, causas, ou qualquer outro motivo de se comemorar algo, porque nem sempre o que nos ensinam é certo ou verdadeiro  de modo geral. Tendo em vista que a mídia, as empresas e lojas acabam distorcendo o significado que muitas  das famílias procuram em comemorar o Natal sendo a Ceia , músicas natalinas, festas de igreja, uma refeição especial, priorizando troca de presentes e cartões, exibição de decorações diferentes para gerar lucros. Levando em conta que as pessoas erroneamente comemoram o nascimento de Cristo nessa data, seria contraditório comemora-la com morte de animais inocentes e excesso de bebidas alcoólicas

Fonte 1  Fonte 2 Fonte3 Fonte4

Anúncios

8 comentários em “Curiosidades – Porque o Natal não é a data do nascimento de Jesus.

  1. Como vc comemora o natal?Com árvores,presépios, guirtandas, presentes ou de uma forma diferente?Vc comemora o natal?Desculpa é pessoal,mais é que fiquei curiosa..

  2. Temos de comemorar Cristo (ou seja lá qual for sua crença) todos os dias, temos que nos unir sempre e pregar o amor a todo momento… O Natal é só um símbolo que já está muito gasto pelo uso comercial..

  3. A Bíblia condena a arvore de natal:

    As falsas religiões sempre utilizaram a madeira, bem como as árvores, com fins de idolatria:

    “Sacrificam sobre os cumes dos montes, e queimam incenso sobre os outeiros, debaixo do carvalho, e do álamo, e do olmeiro, porque é boa a sua sombra; por isso vossas filhas se prostituem, e as vossas noras adulteram.” (Os 4:13)

    “Não plantarás nenhuma árvore junto ao altar do SENHOR teu Deus, que fizeres para ti.” (Deut 16:21)

    Essas árvores ou pedaços de madeira serviam para adoração e culto doméstico. O pinheiro – símbolo natalino – possui a mesma conotação.

  4. tah ai gostei das respostas..bom saber q ainda existem individuos q n se deixam influeciar por opinioes massificadas ou meios criados em cima d mitos para fazerem as pssoas consumirem cada vz mais prejudicando nosso meio ambiente.curti seu primeiro post!

  5. Nossa concordo muito com vc! Muito bom saber que alguém também pensa assim =)
    Acho que todos tem liberdade de acreditar no que quiserem, e
    comemorar o que quiserem… mas tem que se informar né!
    A forma que existe atualmente de ‘comemorar’ o natal é algo criado pela mídia, apenas para fazer alguém ganhar dinheiro às custas do que outro alguém acha que é Jesus. O real significado que eu acredito que seja o Natal não é nada visto nas ceias e nas atitudes das pessoas durante esse período.

    Parabéns! Continuem informando!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s