Anúncios

Pesquisas

Tratamento inovador faz crescer um dedo amputado, sem intervenção cirúrgica

fingerUm médico norte-americano conseguiu desenvolver um tratamento inovador, fazendo com que a extremidade de um dedo amputado crescesse, sem interferência cirúrgica.

O evento marca certamente o começo de uma nova era, segundo especialistas, para a cura de lesões ainda mais complexas. Antecipando o informe oficial do hospital, sabe-se que o paciente de 33 anos operado havia sido mordido acidentalmente por um cavalo, enquanto alimentava o animal.

O Dr. Eugenio Rodriguez, responsável pelo atendimento do paciente em uma clínica na cidade de Miami iniciou então o tratamento inovador, fabricando um molde do dedo amputado com o tecido da bexiga de um porco. Depois, uniu o molde ao dedo acidentado e o resultado foi assombrador: o conjunto das células do dedo, ossos, tecidos e até mesmo a unha, começaram a crescer seguindo os parâmetros do molde porcino.

Ao fim de algumas semanas, o dedo acidentado estava completamente renovado e crescido. Após o sucesso do procedimento, especialistas se aventuram a dizer que o tratamento pode mesmo revolucionar traumatismos mais graves e de alta complexidade.

Esperamos que futuramente não seja necessário o uso de pedaços do corpo de outro animal.

FONTE

Anúncios
Categorias: Biologia, Ciência, Coisas Interessantes, Coisas Loucas, Pesquisas | Tags: , , | 1 Comentário

História – O maior suicídio coletivo da história

379970_484879374917971_1319882148_n

Jim Jones conquistou uma legião de seguidores ao criar a seita estadunidense e igreja “Templo dos Povos”. Também ficou conhecido mundialmente, em 18 de novembro de 1978, como mentor do maior suicídio em massa, com 918 mortos por envenenamento.

A história de sua igreja começa em 1954, quando Jones criou a Peoples Temple Christian Church Full Gospel (Templo dos Povos). Sua seita crescia cada vez mais e Jones até cogitou trazê-la para o Brasil no período em que aqui fixou moradia. Contudo, por causa de conflitos internos de sua igreja em Indiana, o pastor regressou aos EUA, passando, no caminho, pela então colônia britânica da Guiana.

Após denúncias motivadas pela deserção de oito jovens membros da igreja em 1973, o grupo dirigente do Templo se fechou em torno de Jones e sua liderança pessoal. A partir de então, relatos de ex-membros registram planos e simulações de suicídio coletivo, entre outros relatos de tentativas de estupros por parte de Jim Jones.

Finalmente, em 1974, Jones comprou um pedaço de terra na Guiana e resolveu criar Jonestown, levando diversos seguidores de sua seita junto. Porém, as denúncias contra o pastor aumentavam cada vez mais e, dessa vez, incluíam acusações de sequestro de crianças, filhos de ex-integrantes que haviam abandonado o templo.

Depois de inúmeros apelos de pais que acusavam Jones de sequestrar seus filhos, em novembro de 1978, o Congresso dos Estados Unidos autorizou uma viagem de Leo Ryan, congressista democrata, para a Guiana, com a assistência de repórteres da NBC, para investigar as acusações de sequestro movidas contra Jones, bem como informações de que os membros da comunidade em Jonestown viviam miseravelmente.

Ao chegar em Jonestown, Ryan foi recebido muito bem pela comunidade e proferiu cometários positivos sobre a seita. Entretanto, no dia seguinte, quando sua comitiva planejava regressar aos EUA, alguns seguidores de Jim Jones resolveram que voltariam juntos do político. Essa atitude, caracterizada pelo pastor como traição, criou um clima de tensão e, ao se direcionarem a pista de decolagem, a comitiva de segurança de Jim Jones alvejou o avião, matando Leo Ryan, mais 3 repórteres da NBC e uma ex-seguidora. Foi a única vez em que um congressista dos Estados Unidos foi assassinado no cumprimento do dever.

Assim que chegou a notícia da morte de Ryan, à noite, Jones pôs em prática o suicídio em massa de toda a comunidade de Jonestown, para o qual já havia feito treinamento anteriormente (embora tenha dito que o veneno não era real) em reuniões chamadas de “noites brancas”. Os membros da comunidade foram induzidos a beber um composto líquido (na forma de suco de sabor uva), contendo potássio, cloreto de cianeto e substâncias sedativas.

Foram 918 mortos, incluindo mais de 270 crianças.

O texto foi produzido pela página: Imagens Históricas

Categorias: História, Pesquisas | Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Curiosidades – Quantas palavras os cães entendem?

Encontrei essa matéria no HSW, achei muito interessante coloca-la aqui:

cachorro_inteligente Com certeza, a maioria dos cães compreende o básico: “pegue”, “sente” e “fique”, mas, se você tiver motivação e paciência, provavelmente poderá ensinar ao seu cão até mesmo mais do que 100 palavras. Stanley Coren, um psicólogo que fez uma quantidade significativa de pesquisas sobre a inteligência canina sugere que o cão treinado conhece cerca de 160 palavras [fonte: Coren (em inglês)]. Alguns cães até possuem um vocabulário tão vasto quanto o dos bebês humanos.

Pelo menos desde os anos 70, quando os pesquisadores treinaram com sucesso chimpanzés para usar e ler palavras em uma linguagem de sinais, nós sabemos que a linguagem, em um sentido amplo do termo, não é exclusividade dos humanos. Os animais têm potencial cerebral para compreender a linguagem humana e usar suas próprias linguagens de formas surpreendentemente profundas. Sabemos que os papagaios podem ser treinados para falar palavras humanas. E cães reagem à palavra “passear” abanando o rabo.

Após ter sido apresentado em um programa de televisão por sua capacidade de compreender 200 palavras, um border collie chamado Rico intrigou alguns pesquisadores no instituto Max Planck. Esses pesquisadores questionavam se poderiam levar Rico a executar alguns experimentos a fim de descobrir até onde poderiam estender sua habilidade com as linguagens. A resposta: surpreendentemente longe.

Continuar lendo

Categorias: Ciência, Coisas Interessantes, Curiosidades, Pesquisas | Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Ciência – A conciência não é exclusividade humana!

Uma conferência realizada em Cambridge no último dia 7 reuniu neurocientistas do mundo inteiro com o intuito de assinar um manifesto que afirma a existência de consciência em todos os mamíferos, aves e em outras criaturas — incluindo moluscos. A pesquisa foi encabeçada por Philip Low, um renomado neurocientista, pesquisador da Universidade Stanford e do MIT (Massachusetts Institute of Technology).

Essa é a primeira vez que um grupo de especialistas da área emite um comunicado oficial admitindo que os humanos não são as únicas criaturas da Terra a gozar de consciência. Para chegar a esses resultados, os cientistas mostraram que, ao analisar as ondas cerebrais de homens e de animais, é possível encontrar semelhanças básicas.

“Descobrimos que as estruturas que nos distinguem de outros animais, como o córtex cerebral, não são responsáveis pela manifestação da consciência”, diz Low em uma entrevista realizada pela revista Veja. Esses resultados são muito importantes e podem impactar consideravelmente na maneira como tratamos os animaizinhos na sociedade em que vivemos.

Low ganhou destaque em todo o mundo depois de apresentar um projeto em parceria com o famoso astrofísico Stephen Hawking — que estava presente no evento da assinatura do manifesto. O intuito do pesquisador era ajudar Hawking, que sofre de uma séria doença degenerativa e precisa se comunicar utilizando sua mente. Low diz que, depois dessa descoberta, ele pretende virar vegetariano.

Categorias: Biologia, Cães, Ciência, Gatos, Os nossos irmãos Animais, Papo Sério, Pesquisas, Responsabilidade Ambiental, Sociedade, Vegetarianismo | Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Ciências – Descoberto que planeta é formado de diamante

Pesquisadores descobriram que um planeta duas vezes maior do que a Terra é composto de diamante. Segundo astrônomos da Nasa, o corpo rochoso, chamado “55 Cancri E”, orbita uma estrela visível a olho nu e “um ano” lá dura apenas 18 horas, devido à rápida movimentação. O planeta foi descoberto em 2004 por uma equipe de pesquisa franco-americana, que fez cálculos para estimar a sua massa e o seu raio.

Os resultados revelados agora são de que o planeta tem raio duas vezes maior que o da Terra, mas é muito mais denso, com uma massa oito vezes maior. Também é quente, com temperaturas em sua superfície que atingem 1.648 graus Celsius. “A superfície deste planeta é provavelmente coberta de grafite e diamante em vez de água e granito”, disse o pesquisador Nikku Madhusudhan, de Yale, cujas conclusões deverão ser publicadas no “Letters Astrophysical Journal”. O estudo, feito com Olivier Mousis do Institut de Recherche en Astrophysique et Planetologie em Toulose, na França, e os cientistas envolvidos na pesquisa acreditam que pelo menos um terço da massa do 55 Cancri é feito de diamante. Essa quantidade equivale a três massas do nosso planeta.

Antes dessa descoberta, os astrônomos imaginavam que essa superterra tinha um núcleo coberto por uma camada de água e que estava em forma de um vapor espesso por causa das temperaturas extremas. Agora, eles já sabem que não há água no planeta, mas diamante.

Para chegar a essa conclusão sobre a composição química de 55 Cancri, os pesquisadores usaram modelos para calcular as possíveis combinações de elementos que produziriam as características do planeta. Apesar da composição atual, havia mais carbono que oxigênio, além de água em forma de gelo.

Categorias: Ciência, Geografia, Pesquisas | Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 1 Comentário

%d blogueiros gostam disto: